Por que você deve usar planilhas de orçamento doméstico

O problema não é novo, contas a pagar e a dúvida cruel: será que vai dar?

Identificou-se com esse cenário? Não se preocupe, essa realidade faz parte da rotina da maioria das pessoas. Contudo, muitos fios de cabelo podem ser poupados quando se utiliza uma boa planilha de gastos. Dessa forma, dificilmente você terá surpresas desagradáveis no fim do mês.

A administração do orçamento doméstico não é muito diferente da gestão de custos de uma empresa. Se a despesa é maior que a receita, há alguma coisa muito errada, e as consequências podem ser desastrosas.

Mas não há motivo para alarde! Confira no post de hoje como uma planilha de orçamento doméstico ajudará na sua gestão financeira!

Controle

Essa é a principal vantagem de uma planilha de gastos. Aquela máxima do mundo corporativo que diz “só é possível gerenciar aquilo que se mede” não se restringe somente às grandes organizações. Afinal, como aferir os gastos domésticos sem contar com mecanismos de controle? Medir é necessário!

Esse é o papel da planilha de gastos: fornecer uma visão geral de todo o dinheiro que entra e que sai. Com isso, é possível gozar de maior tranquilidade para gastar e aplicar os recursos que estão sendo recebidos, não importa qual seja a fonte de renda.

Redução de gastos

Uma planilha de controle também favorece a identificação de desperdícios ou gastos pouco proveitosos. Esse diagnóstico tende a proporcionar uma natural minimização de custos, o que contribui para o aumento da receita, abrindo oportunidade até mesmo para novos investimentos.

Funciona, basicamente, como o fenômeno da torneira aberta. Ao identificar essa situação, qualquer pessoa tende a fechá-la, imediatamente. A inexistência de uma planilha de orçamento doméstico pode ser comparada a existência de pequenos vazamentos no sistema hidráulico de uma casa — como não são claramente visíveis, não mobilizam intervenção.

Segmentação de despesas

Gostou da ideia de controlar os gastos? Você ainda pode fazer melhor! Tente delimitar os gastos por áreas, por exemplo: alimentação, aluguel, saúde, combustível, lazer, etc.

Isto torna os gastos bem mais gerenciáveis. A disciplina também ajuda, recomenda-se a organização das receitas e despesas em intervalos mensais. Essa periodicidade de acompanhamento é suficiente para garantir uma adequada gestão financeira.

Organização

Uma planilha de gastos, além de proporcionar benefícios óbvios às finanças, serve para auxiliar na determinação de metas e prioridades. Por exemplo, diminuir gradualmente as compras a prazo, poupar um percentual do salário mensalmente e eliminar uma determinada despesa.

Outro ponto digno de nota é a organização de compromissos financeiros. Ou seja, uma planilha de controle doméstico tende a eliminar a ocorrência de atrasos nos pagamentos por razão de esquecimento.

Seja a planilha eletrônica, em forma de aplicativo de smartphone ou mesmo com papel, régua e caneta, não importa, instituir um controle financeiro só traz benefícios para a contenção de despesas e aumento da receita.

Finalmente, é importante dizer que uma ferramenta, por si só, não tem utilidade. É necessário disciplina e dedicação de quem a utiliza para que ela cumpra a promessa de gerir os recursos, otimizar os resultados e, consequentemente, melhorar a qualidade de vida de toda a família.

Agora mãos à obra!

Já utiliza uma planilha ou qualquer outra forma de orçamento doméstico? Ficou com alguma dúvida? Deixe seu comentário!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *