empregada doméstica limpando

Empregada Doméstica: Como entrevistar uma candidata para sua casa?

Para algumas pessoas, contratar uma empregada doméstica é uma necessidade incontornável. Mas não é qualquer coisa delegar parte dos cuidados com filhos, pets, objetos e a própria casa a outra pessoa, por isso, a funcionária ou o funcionário terá grande responsabilidade e precisa ser digno de muita confiança. Em razão disso e para que tudo tenha mais chances de correr bem, é importante fazer uma boa entrevista na hora de selecionar esse profissional, de preferência pessoalmente.

Neste post vamos te mostrar como entrevistar você mesmo uma candidata a empregada doméstica com mais tranquilidade e ter a segurança de encontrar aquela que melhor se encaixa nas suas necessidades. Confira!

Pesquise o histórico profissional da candidata a empregada doméstica

Não tenha preguiça nem deixe passar em branco essa pesquisa sobre as experiências anteriores da candidata. Leia com atenção as informações registradas na carteira de trabalho, procure saber sobre a permanência em outros empregos, pergunte sobre algo que tenha deixado dúvidas e solicite até um atestado de bons antecedentes, se for o caso. Parece extremo, mas pode ser útil. As informações contidas na carteira devem ser mote para algumas perguntas, como por que ficou pouco tempo no emprego ou se já processou algum ex-patrão alguma vez — e qual o motivo, claro.

Faça perguntas ligadas ao seu dia a dia de sua casa

Se você tem filhos, é fundamental perguntar sobre a relação da candidata a empregada doméstica com crianças, se tem experiência nos cuidados com pequenos e adolescentes, etc. Se há bichos de estimação na casa, é preciso saber também qual é a relação da pessoa com eles, se sabe cuidar, se tem muito medo, entre outras coisas. Pergunte também sobre hábitos ligados aos horários da casa, alimentação, barulho, logística de abastecimento — compras, supermercado, sacolão, etc.

Pergunte sobre a saúde e algumas restrições

É importante saber se a candidata está apta a atuar, pegar peso, fazer limpezas pesadas ou algum esforço físico maior. Pode ser que ela tenha alguma doença ou restrição que a impeça de executar alguma atividade e esse tipo de informação serve para que não aconteça nada de mal à funcionária na lida diária, e para preservar você de surpresas.

Deixe sempre tudo muito claro

Não adianta achar que as coisas ficarão implícitas. As relações de trabalho — e não de amizade, fique claro — devem ser muito transparentes. Todas as tarefas que a funcionária deverá executar, isto é, que serão suas atribuições, assim como dias de trabalho, horários de chegada, descanso e saída, entre outros detalhes, devem estar claros para ambas as partes. O dito popular vale aqui: o combinado não sai caro. Nenhuma das partes pode se sentir lesada, afinal.

Caso tenha dúvidas sobre os direitos que sua empregada doméstica terá, veja o post 6 respostas para as principais dúvidas que você tem sobre os direitos da sua empregada doméstica

Há muitas questões que devem ser tratadas na hora de entrevistar pessoalmente uma candidata a empregada doméstica. Claro que cada caso tem uma demanda e cada um tem suas preferências de rotina e cuidados com a casa, por isso, é importante que você prepare um roteiro de entrevista adequado às suas necessidades. Tenha também bastante atenção à expressão corporal e às reações da pessoa durante a entrevista, e confie em sua própria intuição — aproveite esse momento frente a frente o máximo possível!

Não quer perder outras dicas como essas? Assine nossa newsletter e fique por dentro das novidades aqui do blog!

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *